Pular para o conteúdo principal

AÇÕES DESENVOLVIDAS NO CURSO DE MINERAÇÃO DA ESCOLA PADRE JERÔNIMO EM 2016.

Os alunos  do Curso de Mineração da Escola Padre Jerônimo Lauwen,  da cidade de  Santa Luzia, participaram neste ano de 2016  de uma série de atividades  que tiveram  o objetivo  melhorar a qualidade do ensino profissionalizante  oferecido pela  escola.
Sob a coordenação do professor Antônio de Pádua Sobrinho, foram  realizadas as seguintes ações:

     Participação  e apresentação de trabalhos dos alunos  na I Semana de Mineração, Meio Ambiente e Sustentabilidade (Seminas), realizada no IFPB Campus de Campina Grande, entre os  23 a 25 de maio de 2016.  Além  de apresentarem trabalhos, participaram das palestras, minicursos e conheceram os laboratórios do curso do IFPB.

Visitas técnicas e articulação com o setor produtivo.As visitas técnicas as empresas de mineração oportunizaram a interação dos conhecimentos teóricos ministrados em sala de aula com as atividades práticas realizadas no campo, sendo possível aprimorar o processo ensino e aprendizagem, permitindo que os alunos tivessem condições para desenvolver algumas competências indispensáveis para sua formação social e profissional, possibilitando melhor fixação dos conhecimentos teóricos.

Intercâmbio com Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba-IFPB-Campus Picuí e Campina Grande e com profissionais que atuam em empresas da região. Oportunizando a troca e compartilhamento de conhecimentos, realizou-se um ciclo de palestras minicursos, que foram ministrados por professores do Instituto Federais de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba-IFPB-Campus Picuí e Campina Grande e por profissionais que trabalham com educação profissional e desempenham atividades técnicas em empresas da região do Seridó Paraibano.
Os conteúdos ministrados nas palestras e minicursos foram indispensáveis, pois permitiram que os alunos pudessem entender o perfil profissional de um Técnico em Mineração, ou seja, formando profissionais críticos, criativos e responsáveis, despertando neles a consciência ambiental e sua preservação, apresentando as técnicas utilizadas atualmente no mercado para tornarem as explorações mais sustentáveis.


Intercâmbio com a Escola Estadual Professor Lordão de Picuí-PB. O segundo intercâmbio foi na cidade de Picuí, quando os alunos estiveram visitando a Escola Estadual Professor Lordão, na ocasião eles desenvolveram atividades em parceria com o projeto Arqueologia, um passado ameaçado desenvolvido no Lordão e aAssociação Trilhas na Caatinga, na oportunidade eles visitaram os sítios arqueológicos de Picuí, durante as visitas os alunos analisaram in loco, os aspectos paisagísticos da geologia, geomorfologia e a composição geológica da região do Seridó Oriental Paraibano.

Participação e apresentação de trabalhos dos alunos na a 1ª MOSTRA DE CONSTRUÇÃO E ARQUITETURA, realizada de 19 à 22 de outubro de 2016 no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba-IFPB-Campus Picuí. Na oportunidade os alunos apresentaram o artigo intitulado: “Descrição dos processos de beneficiamento do quartzito para fabricação de mosaicos utilizados na construção civil.” Além de participarem de palestras e oficinas que abordaram a temática.

F   Finalizando  o ciclo de atividades, no  dia 16 de dezembro, os alunos do 3º ano  defenderam os trabalhos de conclusão de curso TCC.    Os trabalhos foram avaliados por Aline Paiva Morais de Medeiros Bacharel e licenciada em ciências biológicas e Mestre em ciências biológicas (zoologia), José Jalles dos Santos  Sobrinho Licenciado em Geografia e Especialista em educação ambiental   e Fabricio Olégario de Medeiros Licenciado  em geografia.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

(VIDEO) ENGº DE MINAS DA CIDADE DE PICUÍ FOI DESTAQUE NO DOMINGO ESPETACULAR

Em Pindobaçu (BA), conhecida como a capital mundial da esmeralda, garimpeiros encontraram recentemente uma preciosidade que pode valer dezenas de milhões de reais. Trata-se de uma rocha de 1,30 m e 365 kg, cravejadas de esmeraldas, um verdadeiro tesouro geológico debaixo do solo brasileiro. O Domingo Espetacular entrou na mina de origem da pedra e mostra qual deve ser o destino dela. Acompanhe! Na o ocasião o   Engenheiro de Minas, da cidade de Picuí, Paraíba,  Marcelo Araújo Santos,  formado pela Universidade Federal de Campina Grande – UFCG. Falou sobre a mina.
Veja a reportagem: 




Setor mineral em foco com domingo espetacular.

MINERAL RARO PODE TER SIDO ENCONTRADO EM FREI MARTINHO PARAÍBA

A MINA ESCOLA EM SANTA LUZIA PODE SER USADA PARA ATIVIDADES PRÁTICAS DE MINERAÇÃO.

A Mina Escola  fica  localizada as margens da BR-230 que corta o Sertão do Estado da Paraíba, quem passa pela cidade de Santa Luzia com destino à  Patos ou de Patos destino à Campina Grande,  consegue ver suas instalações.
Segundo o técnico em Mineração Antônio de Pádua Sobrinho, a Mina Escola   apesar de está desativada continua sendo um  verdadeiro laboratório podendo  ser utilizada para a realização de  aulas práticas para  estudantes de Engenharia de Minas, de Geologia, e de técnicos em mineração ou até mesmo como ferramenta para projetos que buscam o desenvolvimento da Mineração no Estado. “Percorrendo as instalações da Mina é possível observar que muitas aulas podem ser ministradas no local, como de Geologia, Lavra, desmonte de rochas e beneficiamento de Minérios, ou quem sabe utiliza-la  para o turismo,tendo em vista o seu valor histórico e cultural,  em sua maioria desconhecido pelas gerações mais jovens,  seria  uma forma de preserva esse patrimônio  como acontece em algumas M…