Pular para o conteúdo principal

DIVERSIDADE GEOLÓGICA E POTENCIAL MINERAL DO MUNICÍPIO DE PICUÍ (PB)

Foto: Paulo Sales 
Trabalho de autoria do Técnico em Mineração e Estudante de geologia do IFPB, Campus Picuí,   Paulo Sales da Costa Barros e dos  geólogos e professores também do IFPB,Campus Picuí ,  Vinicius Anselmo Carvalho Lisboa, Anderson de Medeiros Souza, Miguel Evelim Penha Borges. Apresentado no XXVI Simpósio de Geologia do Nordeste (SGNE),  realizado  em Natal, Rio Grande do Norte. 


Trabalho: 


RESUMO  

Apesar da pequena extensão territorial, o município de Picuí, localizado na região do Seridó Paraibano, apresenta uma vasta diversidade geológica. Importantes unidades litoestratigráficas ocorrem na região, muitas com potencial econômico associado. Afloram na região, rochas neoproterozóicas do Grupo Seridó que repousam, discordantemente, sobre o embasamento gnáissico-migmatítico, denominado Complexo Caicó (sul do município). Localmente, o Complexo Caicó é caracterizado por uma associação de ortognaisses, por vezes migmatizados. O Grupo Seridó é dividido, da base para o topo, nas formações Equador, Jucurutu e Seridó, sendo esta última a mais expressiva na região. Dominantemente, a Formação Seridó é constituída por granada-biotita xisto (com elevado teor de feldspato, quartzo e silimanita) com intercalações de rochas calciossilicáticas. Subordinadamente ocorrem quartzo-biotita xisto e biotita gnaisses. Nesta formação encontram-se inseridos, sob a forma de diques e sills, grande parte dos corpos pegmatíticos, mineralizados, da Província Pegmatítica da Borborema. Quartzo, feldspato, muscovita, berilo, turmalina e, em menor quantidade, tantalita-columbita, cassiterita e elementos terra rara, são exemplos das importantes ocorrências minerais (industriais e gemas) da região. Por vezes se observa, no contato dos pegmatitos com os xistos da Formação Seridó, granitos leucocráticos, de granulação fina, com muscovita, biotita e granada. No norte do município, observam-se afloramentos, como o “Saco do Inferninho”, que testemunham a ocorrência de um vulcanismo básico. São basaltos, sob a forma de disjunções colunares, muitas vezes apresentando cristais de olivina centimétricos. Evidências arqueológicas também podem ser observadas na região, com destaque para o Sítio Arqueológico Cachoeira do Pedro que possui aproximadamente 100 inscrições rupestres. O conhecimento e divulgação do potencial geológico é essencial para valorização do município sob todos os aspectos: econômico, científico, educativo e turístico.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

(VIDEO) ENGº DE MINAS DA CIDADE DE PICUÍ FOI DESTAQUE NO DOMINGO ESPETACULAR

Em Pindobaçu (BA), conhecida como a capital mundial da esmeralda, garimpeiros encontraram recentemente uma preciosidade que pode valer dezenas de milhões de reais. Trata-se de uma rocha de 1,30 m e 365 kg, cravejadas de esmeraldas, um verdadeiro tesouro geológico debaixo do solo brasileiro. O Domingo Espetacular entrou na mina de origem da pedra e mostra qual deve ser o destino dela. Acompanhe! Na o ocasião o   Engenheiro de Minas, da cidade de Picuí, Paraíba,  Marcelo Araújo Santos,  formado pela Universidade Federal de Campina Grande – UFCG. Falou sobre a mina.
Veja a reportagem: 




Setor mineral em foco com domingo espetacular.

MINERAL RARO PODE TER SIDO ENCONTRADO EM FREI MARTINHO PARAÍBA

A MINA ESCOLA EM SANTA LUZIA PODE SER USADA PARA ATIVIDADES PRÁTICAS DE MINERAÇÃO.

A Mina Escola  fica  localizada as margens da BR-230 que corta o Sertão do Estado da Paraíba, quem passa pela cidade de Santa Luzia com destino à  Patos ou de Patos destino à Campina Grande,  consegue ver suas instalações.
Segundo o técnico em Mineração Antônio de Pádua Sobrinho, a Mina Escola   apesar de está desativada continua sendo um  verdadeiro laboratório podendo  ser utilizada para a realização de  aulas práticas para  estudantes de Engenharia de Minas, de Geologia, e de técnicos em mineração ou até mesmo como ferramenta para projetos que buscam o desenvolvimento da Mineração no Estado. “Percorrendo as instalações da Mina é possível observar que muitas aulas podem ser ministradas no local, como de Geologia, Lavra, desmonte de rochas e beneficiamento de Minérios, ou quem sabe utiliza-la  para o turismo,tendo em vista o seu valor histórico e cultural,  em sua maioria desconhecido pelas gerações mais jovens,  seria  uma forma de preserva esse patrimônio  como acontece em algumas M…