Pular para o conteúdo principal

IFPB CAMPUS PICUÍ PROMOVE 1º EDIÇÃO DO CAFÉ COM GEOLOGIA

Foi realizado nesta última segunda-feira (30), no Campus Picuí, a primeira edição do 'Café com Geologia', organizado pela Coordenação do Curso Técnico Integrado em Geologia do referido Campus, representado pela Professora Lidiane Félix, Professor Miguel Borges, idealizador do evento, e os Professores Anderson Souza e Vinícius Lisboa. 
O evento teve como objetivo abordar temas relativos às geociências em geral, divulgando e compartilhando o conhecimento geológico, bem como estimular o senso científico dos estudantes do curso técnico em geologia e intensificar sua relação com o meio profissional e acadêmico. 
Durante a primeira parte do evento foram apresentados os projetos em desenvolvimento pelo Núcleo de Estudos em Geologia e Geofísica Aplicada do Semiárido (NUGGAP). O núcleo é cadastrado no CNPq e coordenado pelo professor de geologia do campus Anderson Souza e conta com a participação professores do curso de geologia e física do campus Picuí. 
Já na segunda parte do evento foram convidados os responsáveis pela empresa GTA Levantamentos Topográficos e Geológicos, Eliakim Martins e Efraim Martins. Eles apresentaram as mais diversas aplicações de equipamentos topográficos no ramo das geociências, de maneira prática, aproximando os estudantes da realidade do mercado de trabalho atual. 

A primeira edição do evento também comemorou o Dia do Geólogo, que acontece tradicionalmente no dia 30 de maio. Estiveram presentes alunos dos cursos técnicos de geologia e mineração do campus Picuí, além de professores das mais diversas áreas. O evento será realizado semestralmente e deverá ter sua segunda edição durante o segundo semestre de 2016. 


*Ascom com colaboraçao do campus Picui.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

(VIDEO) ENGº DE MINAS DA CIDADE DE PICUÍ FOI DESTAQUE NO DOMINGO ESPETACULAR

Em Pindobaçu (BA), conhecida como a capital mundial da esmeralda, garimpeiros encontraram recentemente uma preciosidade que pode valer dezenas de milhões de reais. Trata-se de uma rocha de 1,30 m e 365 kg, cravejadas de esmeraldas, um verdadeiro tesouro geológico debaixo do solo brasileiro. O Domingo Espetacular entrou na mina de origem da pedra e mostra qual deve ser o destino dela. Acompanhe! Na o ocasião o   Engenheiro de Minas, da cidade de Picuí, Paraíba,  Marcelo Araújo Santos,  formado pela Universidade Federal de Campina Grande – UFCG. Falou sobre a mina.
Veja a reportagem: 




Setor mineral em foco com domingo espetacular.

MINERAL RARO PODE TER SIDO ENCONTRADO EM FREI MARTINHO PARAÍBA

A MINA ESCOLA EM SANTA LUZIA PODE SER USADA PARA ATIVIDADES PRÁTICAS DE MINERAÇÃO.

A Mina Escola  fica  localizada as margens da BR-230 que corta o Sertão do Estado da Paraíba, quem passa pela cidade de Santa Luzia com destino à  Patos ou de Patos destino à Campina Grande,  consegue ver suas instalações.
Segundo o técnico em Mineração Antônio de Pádua Sobrinho, a Mina Escola   apesar de está desativada continua sendo um  verdadeiro laboratório podendo  ser utilizada para a realização de  aulas práticas para  estudantes de Engenharia de Minas, de Geologia, e de técnicos em mineração ou até mesmo como ferramenta para projetos que buscam o desenvolvimento da Mineração no Estado. “Percorrendo as instalações da Mina é possível observar que muitas aulas podem ser ministradas no local, como de Geologia, Lavra, desmonte de rochas e beneficiamento de Minérios, ou quem sabe utiliza-la  para o turismo,tendo em vista o seu valor histórico e cultural,  em sua maioria desconhecido pelas gerações mais jovens,  seria  uma forma de preserva esse patrimônio  como acontece em algumas M…