Pular para o conteúdo principal

A importância de aprender softwares à formação profissional. Por Jony Peterson de Oliveira Lima – Engenheiro de Minas

Pessoal como vão? O artigo dessa semana foi elaborado a partir de uma conversa que tive com um grupo de alunos que estão preocupados com sua formação. Na sua grande maioria, estes alunos tiram notas boas, participam de eventos, publicam artigos e visitam empresas. Perguntaram-me o que podem fazer a mais para conseguir um bom emprego e ser destaque entre os demais, eu prontamente respondi, "aprendam softwares! como CAD, GIS, Pacote Office e se possível uma linguagem de programação. Trabalhar com pesquisa, planejamento, operação e demais áreas da geologia e mineração, invariavelmente utilizaremos o computador, desde para a mais simples tarefa até a mais rebuscada. Será aí que vocês irão demonstrar que são capazes de desempenhar um grande papel e ser destaque numa seleção para emprego”.
Eu já falei em outro artigo a importância do Excel na mineração, então este artigo irei falar sobre a importância de aprender softwares durante a graduação.
Na minha visão, os principais softwares que o aluno deveria aprender durante sua graduação seriam:
Plataforma GIS: Utilizado no georefenciamento de áreas, manipulação/criação de mapas georeferenciados, banco de dados geológicos principalmente em usuários mais avançados pode ser utilizado até para plano lavra;
Principais áreas de atuação: Pesquisa mineral, meio ambiente, controle de processos e topografia.
Softwares CAD: Utilizado na criação de mapas, manipulação de dados topográficos, criação de layout de todos os tipos de estruturas utilizadas na mineração, tais como perfis geológicos, descrição de furos e etc. Em usuários mais avançados pode ser utilizado até no modelamento geológico;
Principais áreas de atuação: Pesquisa mineral, operação e planejamento de mina e topografia.
Pacote Office: Utilizado na criação de relatórios, planilhas eletrônicas e apresentações. Dentro deste pacote, enfatizo o Excel que como já informado em outro artigo, é o programa mais utilizado neste pacote, que é indicado em todas as áreas de atuação na mineração, desde uma simples tabela como até gerar soluções automatizadas.
Softwares de Mineração/Geologia: Os principais softwares de mineração utilizados são pagos e nem todas as escolas possuem a licença para utilizá-los, porém existem alguns gratuitos ótimos para abrir a mente em relação a estes conhecimentos.
Softwares de Simulação: Este tipo de software ou plataforma requer um conhecimento mais avançado, pois utilizam linguagem de programação e pacotes matemáticos. Estão sendo muito usados para estudos e aplicações especificas, para quando um software convencional se limita a alguns tipos de soluções.
Podem ser utilizados em todas as áreas da mineração e geologia.
Vou enumerar aqui pelo menos um de cada plataforma que demonstrei acima.
O Quantum, ou QGIS como também é chamado, é um programa de Sistema de Informação Geográfica com código aberto e licenciado sob a Licença Pública Geral GNU.
O QGIS é um projeto oficial da Open Source Geospatial Foundation (OSGeo). Ele é multiplataforma e roda em Linux, Unix, Mac OSX ,Windows e Android e suporta vários formatos vetoriais, raster, de banco de dados e outras funcionalidades. Fornece um número crescente de recursos fornecidos por funções básicas e “plugins”.
 No programa, você pode: visualizar, criar, editar, analisar dados e compor mapas imprimíveis.
Nas minhas pesquisas o site que achei mais completo para obter informações é o http://qgisbrasil.org/ onde você faz download do software, troca ideias e muito mais.
Como software CAD eu indico o DraftSight, ele é uma ferramenta CAD 2D, desenvolvida pela Dassault Systemes direcionada a usuários que buscam por uma solução gratuita. É um produto avançado para criação, edição e visualização de arquivos DWG, de forma eficaz e eficiente. Uma aplicação de fácil utilização disponível para download e ativação gratuitos para usuários profissionais de CAD, professores e estudantes.     DraftSight é baseada numa arquitetura avançada, sua instalação ocupa pouco espaço, com download rápido e pode ser utilizado em diversos sistemas operacionais como Windows®, Mac® e Linux®. Com uma arquitetura diferenciada, melhor organizada, proporcionando uma vasta gama de ferramentas e adequadamente traduzido para o Português, o DraftSight é perfeito para levar para o ambiente digital os projetos ainda em papel, permitindo a colaboração com usuários do AutoCAD devido a compatibilidade com todas as versões dos arquivos DWG, tornando-o uma aplicação muito versátil. No site http://istsistemas.com.br/draftsight/ você pode fazer o download deste software. 
Na linha de geologia e mineração existe o Geovisual - Software Gratuito para Geoestatística. É um sistema composto por uma série de aplicativos, desenvolvidos a partir da linguagem Delphi, e que tem por finalidade o tratamento geoestatístico de dados espaciais.
O programa oferece inclusive recursos para visualização em 3D dos dados analisados. Certamente este tipo de funcionalidade tem uma imensa aplicabilidade em áreas como mineração e estudo de recursos hídricos, entre várias outras. Mais informações no site http://andersonmedeiros.com/geovisual-programa-de-geoestatistica.
Vale lembrar que a licença oferecida pelo detentor da patente do programa, o Dr. Jorge Kazuo, é para fins de estudo do licenciado, e devem ser observadas as restrições como: proibida a utilização comercial e a transferência para terceiros.
Outro software voltado para geologia e mineração é o GSLib. GSLIB é um acrónimo para Geostatistics Software Library. É um pacote de programas desenvolvido na Universidade de Stanford sobre a direção de André Journel com utilidade prática no campo da modelação em geociências, particularmente com geoestatística. Está escrita na linguagem Fortran e foi utilizada em vários softwares e atualizações para outras linguagens de programação. É atualmente o pacote mais difundido no campo de geoestatística. Vários professores de diversas universidades do Brasil utilizam como auxilio em sala de aula. Você pode fazer o download no site http://www.gslib.com.
R é uma linguagem e também um ambiente de desenvolvimento integrado para cálculos estatísticos e gráficos. Foi criada originalmente por Ross Ihaka e por Robert Gentleman no departamento de Estatística da universidade de Auckland, Nova Zelândia, e foi desenvolvido em um esforço colaborativo de pessoas em vários locais do mundo. O nome R provem em parte das iniciais dos criadores e também de um jogo figurado com a linguagem S (da Bell Laboratories, antiga AT&T).
A linguagem R é largamente usada entre estatísticos e analistas de dados para desenvolver software de estatística e análise de dados. Pesquisas e levantamentos com profissionais da área mostram que a popularidade do R aumentou substancialmente nos últimos anos. A R disponibiliza uma ampla variedade de técnicas estatísticas e gráficas, incluindo modelação linear e não linear, testes estatísticos clássicos, análise de séries temporais (time-series analysis), classificação, agrupamento e outras.
Ainda no site http://andersonmedeiros.com/download-instalacao-sistema-r/ você aprende como fazer o download, bem como acessar o tutorial e outros pacotes para esta linguagem
Vocês podem achar facilmente na internet tutoriais, apostilhas e demais materiais sobre os programas citados neste artigo. Lembrem-se que no YouTube existem vídeos- aulas de quase todos os softwares (senão todos) descritos acima.
Pois bem pessoal, estas são algumas dicas de softwares para que vocês se tornem destaque no mercado como profissionais competentes.
Se vocês conhecem algum software gratuito que não citei aqui e achem interessante em difundir o conhecimento, postem nos comentários e qualquer dúvida enviar um e-mail para mim que estou à disposição.
Jony Peterson de Oliveira Lima – Engenheiro de Minas

jony_lima@yahoo.com.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

(VIDEO) ENGº DE MINAS DA CIDADE DE PICUÍ FOI DESTAQUE NO DOMINGO ESPETACULAR

Em Pindobaçu (BA), conhecida como a capital mundial da esmeralda, garimpeiros encontraram recentemente uma preciosidade que pode valer dezenas de milhões de reais. Trata-se de uma rocha de 1,30 m e 365 kg, cravejadas de esmeraldas, um verdadeiro tesouro geológico debaixo do solo brasileiro. O Domingo Espetacular entrou na mina de origem da pedra e mostra qual deve ser o destino dela. Acompanhe! Na o ocasião o   Engenheiro de Minas, da cidade de Picuí, Paraíba,  Marcelo Araújo Santos,  formado pela Universidade Federal de Campina Grande – UFCG. Falou sobre a mina.
Veja a reportagem: 




Setor mineral em foco com domingo espetacular.

MINERAL RARO PODE TER SIDO ENCONTRADO EM FREI MARTINHO PARAÍBA

A MINA ESCOLA EM SANTA LUZIA PODE SER USADA PARA ATIVIDADES PRÁTICAS DE MINERAÇÃO.

A Mina Escola  fica  localizada as margens da BR-230 que corta o Sertão do Estado da Paraíba, quem passa pela cidade de Santa Luzia com destino à  Patos ou de Patos destino à Campina Grande,  consegue ver suas instalações.
Segundo o técnico em Mineração Antônio de Pádua Sobrinho, a Mina Escola   apesar de está desativada continua sendo um  verdadeiro laboratório podendo  ser utilizada para a realização de  aulas práticas para  estudantes de Engenharia de Minas, de Geologia, e de técnicos em mineração ou até mesmo como ferramenta para projetos que buscam o desenvolvimento da Mineração no Estado. “Percorrendo as instalações da Mina é possível observar que muitas aulas podem ser ministradas no local, como de Geologia, Lavra, desmonte de rochas e beneficiamento de Minérios, ou quem sabe utiliza-la  para o turismo,tendo em vista o seu valor histórico e cultural,  em sua maioria desconhecido pelas gerações mais jovens,  seria  uma forma de preserva esse patrimônio  como acontece em algumas M…