Pular para o conteúdo principal

MAIOR JAZIDA DE FOSFATO DO ESTADO DE MINAS GERAIS É DESCOBERTA ENTRE PRESIDENTE OLEGÁRIO E PATOS DE MINAS

Foi realizado na manhã desta quinta-feira (25/02), no Gabinete do Prefeito Antônio Cláudio Godinho ¨Palito¨ (PMDB) na Prefeitura Municipal de Presidente Olegário, a apresentação de um projeto de grande porte na área de Fosfato, Projeto Fosfato Brasil, encontrado na divisa de Presidente Olegário e Patos de Minas.

Estiveram presentes na apresentação do Projeto a equipe de Pesquisas da Magnor Financial Advisor, o Prefeito Palito, Vice-prefeito Olímpio Pimpim, Presidente da Câmara Municipal de Presidente Olegário Manoelzinho da Ambulância, vereadores Henrique Godinho, Januário Elói e Valter Capote, Presidente do Sindicato Rural de Presidente Olegário, João Queiroz, além de secretários da administração, imprensa e convidados.

A descoberta do Fosfato em nossa região vem sendo pesquisada a dezenas de anos, mas a poucos anos atrás o Grupo Magnor adquiriu os direitos de pesquisa mineral da região, aprofundando e acreditando nas pesquisas onde os resultados começaram a aparecer, após as análises a próxima etapa é apresentar o projeto a um investidor que será o responsável pela extração do Fosfato.


Para os responsáveis do Grupo Magnor a estimativa é que em cinco (5) anos uma Unidade Operacional seja instalada em nossa região para que possa começara a gerar empregos e negócios com a extração do Fosfato.


A região em que foi localizado a considerada maior Jazida Mineira de Fosfato é a região da Cascata, próximo a Sertãozinho na divisa de Presidente Olegário e Patos de Minas, a área correspondente ao município de Presidente Olegário é equivalente a 60% medindo aproximadamente 900 hectares.


¨Essa é uma Jazida de grande porte, é uma das maiores jazidas brasileiras, posso afirmar com certeza que essa é a maior jazida do estado de Minas Gerais. Após concluído o projeto o mesmo irá gerar muitos empregos pra Presidente Olegário¨ comentou Luiz Brandão da Magnor.


Esse projeto será muito importante para o crescimento da arrecadação do município e para a geração de emprego, além disso o nosso agricultor poderá adquirir um fosfato mais barato, pois com a extração em nosso município não precisará pagar pelo transporte.

¨Fomos pegos de surpresa, pois não sabíamos da realização destas pesquisas, tamanha surpresa em saber que a nossa jazida é a maior de Minas Gerais na área de Fosfato, a exploração deverá ser iniciada em cinco anos, mas cabe a nós gestores do município tentar encurtar este prazo, o importante é que o investimento será realizado, a geração de emprego vai acontecer, nosso produtor rural vai ter um produto mais acessível e quem ganha com isso somos todos nós¨ falou Palito.



O lançamento oficial do Projeto Fosfato Brasil, será realizado no dia 20 de maio durante as festividades da Festa Nacional do Milho em Patos de Minas, em Presidente Olegário será lançado durante a Festa da Produção que este ano acontecerá no mês de julho.

Fonte: PO Noticias 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

(VIDEO) ENGº DE MINAS DA CIDADE DE PICUÍ FOI DESTAQUE NO DOMINGO ESPETACULAR

Em Pindobaçu (BA), conhecida como a capital mundial da esmeralda, garimpeiros encontraram recentemente uma preciosidade que pode valer dezenas de milhões de reais. Trata-se de uma rocha de 1,30 m e 365 kg, cravejadas de esmeraldas, um verdadeiro tesouro geológico debaixo do solo brasileiro. O Domingo Espetacular entrou na mina de origem da pedra e mostra qual deve ser o destino dela. Acompanhe! Na o ocasião o   Engenheiro de Minas, da cidade de Picuí, Paraíba,  Marcelo Araújo Santos,  formado pela Universidade Federal de Campina Grande – UFCG. Falou sobre a mina.
Veja a reportagem: 




Setor mineral em foco com domingo espetacular.

MINERAL RARO PODE TER SIDO ENCONTRADO EM FREI MARTINHO PARAÍBA

A MINA ESCOLA EM SANTA LUZIA PODE SER USADA PARA ATIVIDADES PRÁTICAS DE MINERAÇÃO.

A Mina Escola  fica  localizada as margens da BR-230 que corta o Sertão do Estado da Paraíba, quem passa pela cidade de Santa Luzia com destino à  Patos ou de Patos destino à Campina Grande,  consegue ver suas instalações.
Segundo o técnico em Mineração Antônio de Pádua Sobrinho, a Mina Escola   apesar de está desativada continua sendo um  verdadeiro laboratório podendo  ser utilizada para a realização de  aulas práticas para  estudantes de Engenharia de Minas, de Geologia, e de técnicos em mineração ou até mesmo como ferramenta para projetos que buscam o desenvolvimento da Mineração no Estado. “Percorrendo as instalações da Mina é possível observar que muitas aulas podem ser ministradas no local, como de Geologia, Lavra, desmonte de rochas e beneficiamento de Minérios, ou quem sabe utiliza-la  para o turismo,tendo em vista o seu valor histórico e cultural,  em sua maioria desconhecido pelas gerações mais jovens,  seria  uma forma de preserva esse patrimônio  como acontece em algumas M…