Pular para o conteúdo principal

TRABALHO DESENVOLVIDO POR PROFESSOR E ALUNOS DE ESCOLA ESTADUAL SERÁ APRESENTADO EM WORKSHOP DE EDUCAÇÃO

O trabalho “Confecção de maquetes de unidades de beneficiamento de minérios como ferramenta de práticas educativas ao tratamento de minérios”, desenvolvido pelo professor Antonio de Pádua Sobrinho e por alunos do 2º ano do curso de Mineração da Escola Estadual Padre Jerônimo Lauwen, da cidade de Santa Luzia, será apresentado no 1º Workshop de Educação em Engenharia de Minas, no Estado de Minas Gerais.
O evento terá como tema “Rumos da Engenharia de Minas no Brasil” e acontecerá no dia 21 de outubro, em Poços de Caldas, Minas Gerais. O objetivo é debater experiências em ensino, pesquisa ou extensão em engenharia de minas. “Nosso trabalho  foi desenvolvido no ano passado e envolveu 24 alunos do 2º ano do curso de mineração, apresentando resultados positivos  no processo de ensino e aprendizagem”, destacou o professor Antonio de Pádua Sobrinho. Em maio deste ano, o trabalho  foi apresentado no 3º Fórum Mundial de Educação Profissional e Tecnológica (FMEPT), realizado Centro de Convenções de Pernambuco.
O projeto envolve três disciplinas curriculares  do curso: “Serviços e Equipamentos”, “Planejamento de Minas” e “Tratamento de Minérios” e conta atualmente com 47 alunos do 1º  e 2º anos do curso de mineração da escola Padre Jerônimo Lauwen.
O professor Antonio de Pádua Sobrinho explicou a importância do trabalho desenvolvido. “Por tratar-se de uma disciplina técnica, os alunos promoveram um trabalho de construção de maquetes de unidades de beneficiamento de minério rústicas, que representam empresas e simulam o funcionamento de unidades industriais. A prática educativa utilizada permitiu que os alunos compreendessem melhor não apenas o funcionamento e os equipamentos utilizados em uma unidade de beneficiamento, mas também a importância técnica de cada elemento”, explicou.

SECOM/PB



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

(VIDEO) ENGº DE MINAS DA CIDADE DE PICUÍ FOI DESTAQUE NO DOMINGO ESPETACULAR

Em Pindobaçu (BA), conhecida como a capital mundial da esmeralda, garimpeiros encontraram recentemente uma preciosidade que pode valer dezenas de milhões de reais. Trata-se de uma rocha de 1,30 m e 365 kg, cravejadas de esmeraldas, um verdadeiro tesouro geológico debaixo do solo brasileiro. O Domingo Espetacular entrou na mina de origem da pedra e mostra qual deve ser o destino dela. Acompanhe! Na o ocasião o   Engenheiro de Minas, da cidade de Picuí, Paraíba,  Marcelo Araújo Santos,  formado pela Universidade Federal de Campina Grande – UFCG. Falou sobre a mina.
Veja a reportagem: 




Setor mineral em foco com domingo espetacular.

MINERAL RARO PODE TER SIDO ENCONTRADO EM FREI MARTINHO PARAÍBA

A MINA ESCOLA EM SANTA LUZIA PODE SER USADA PARA ATIVIDADES PRÁTICAS DE MINERAÇÃO.

A Mina Escola  fica  localizada as margens da BR-230 que corta o Sertão do Estado da Paraíba, quem passa pela cidade de Santa Luzia com destino à  Patos ou de Patos destino à Campina Grande,  consegue ver suas instalações.
Segundo o técnico em Mineração Antônio de Pádua Sobrinho, a Mina Escola   apesar de está desativada continua sendo um  verdadeiro laboratório podendo  ser utilizada para a realização de  aulas práticas para  estudantes de Engenharia de Minas, de Geologia, e de técnicos em mineração ou até mesmo como ferramenta para projetos que buscam o desenvolvimento da Mineração no Estado. “Percorrendo as instalações da Mina é possível observar que muitas aulas podem ser ministradas no local, como de Geologia, Lavra, desmonte de rochas e beneficiamento de Minérios, ou quem sabe utiliza-la  para o turismo,tendo em vista o seu valor histórico e cultural,  em sua maioria desconhecido pelas gerações mais jovens,  seria  uma forma de preserva esse patrimônio  como acontece em algumas M…