Pular para o conteúdo principal

PICUÍ-PB: ESTUDANTES DO IFPB PARTICIPARAM DO XV ENCONTRO REGIONAL DE AGROECOLOGIA 2015

Os estudantes do curso de agroecologia, pós graduação gestão dos recursos ambientais do Semiárido e membros no núcleo  de estudos em agroecologia NEA  todos do   IFPB-Campus Picuí, acompanhados pelo professor Tadeu Macryne e Fred Campos participaram entre os dias 30 de abril e 03 de Maio de 2015 do XV Encontro Regional de Agroecologia – ERA, evento promovido pela FEAB – Federação dos Estudantes de Agronomia do Brasil juntamente com o Movimento Agroecológico – MAE, Movimento de Educação do Campo e Agroecologia – MECA e a Rede Paraibana dos estudantes de Agroecologia.


 O evento aconteceu na cidade de Bananeiras – PB, no Campus III da Universidade Federal da Paraíba. A programação contou com a presença de mais de oitocentas pessoas, vindas de todos os estados da região Nordeste do Brasil.

Durante o evento os membros do núcleo de estudos em agroecologia do NEA e a aluna de Pós graduação Edivane Araújo do curso de Gestão dos Recursos Ambientais do Semiárido também do IFPB- Campus Picuí apresentaram alguns trabalhos científicos e relatos de experiência desenvolvidas no IFPB-Campus Picuí. Dentre os trabalhos intitulados:  “Relato de experiência: O caso das Palmas Resistentes a Cochonilha do Carmim na comunidade Quilombola Serra do Abreu município de Nova Palmeira Paraíba.” e  “Recuperação de áreas degradadas e preservação ambiental no seridó paraibano: disseminando conhecimentos.”

Segundo o professor Fred Campos além de apresentarem trabalhos os alunos participaram de mesas redondas, mostras artísticas e culturais, feiras, vivências, palestras, espaços de formação, debates entre outras atividades. “Nossa participação foi muito importante para divulgarmos nossos trabalhos e compartilhamos experiências, muito boa e criativa a ideia de apresentar os trabalhos científicos e relatos de Experiência em Praça Pública, após o evento participamos de um ato público durante na cidade contra os Agrotóxicos; os Transgênicos e pela valorização da vida e das sementes da Paixão .”Disse o professor




 Já para o Aluno  Jairo Santos evento foi grandioso contando com a participação de alunos de Instituições de ensino de praticamente todos os estados do Nordeste. “ Merece destaque além de todos os carrosséis que foram muito bem organizados com visitas técnicas, palestras e trocas de experiências com agricultores e pessoas de outros cursos. a caminhada contra o uso dos transgênicos culminando na praça da cidade onde teve as apresentações dos banners. Enfim  foi um evento extremamente importante por deixar a agroecologia em foco por um período de 3 dias que tendem a dar ótimos resultados para a área.” Destacou 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

(VIDEO) ENGº DE MINAS DA CIDADE DE PICUÍ FOI DESTAQUE NO DOMINGO ESPETACULAR

Em Pindobaçu (BA), conhecida como a capital mundial da esmeralda, garimpeiros encontraram recentemente uma preciosidade que pode valer dezenas de milhões de reais. Trata-se de uma rocha de 1,30 m e 365 kg, cravejadas de esmeraldas, um verdadeiro tesouro geológico debaixo do solo brasileiro. O Domingo Espetacular entrou na mina de origem da pedra e mostra qual deve ser o destino dela. Acompanhe! Na o ocasião o   Engenheiro de Minas, da cidade de Picuí, Paraíba,  Marcelo Araújo Santos,  formado pela Universidade Federal de Campina Grande – UFCG. Falou sobre a mina.
Veja a reportagem: 




Setor mineral em foco com domingo espetacular.

MINERAL RARO PODE TER SIDO ENCONTRADO EM FREI MARTINHO PARAÍBA

A MINA ESCOLA EM SANTA LUZIA PODE SER USADA PARA ATIVIDADES PRÁTICAS DE MINERAÇÃO.

A Mina Escola  fica  localizada as margens da BR-230 que corta o Sertão do Estado da Paraíba, quem passa pela cidade de Santa Luzia com destino à  Patos ou de Patos destino à Campina Grande,  consegue ver suas instalações.
Segundo o técnico em Mineração Antônio de Pádua Sobrinho, a Mina Escola   apesar de está desativada continua sendo um  verdadeiro laboratório podendo  ser utilizada para a realização de  aulas práticas para  estudantes de Engenharia de Minas, de Geologia, e de técnicos em mineração ou até mesmo como ferramenta para projetos que buscam o desenvolvimento da Mineração no Estado. “Percorrendo as instalações da Mina é possível observar que muitas aulas podem ser ministradas no local, como de Geologia, Lavra, desmonte de rochas e beneficiamento de Minérios, ou quem sabe utiliza-la  para o turismo,tendo em vista o seu valor histórico e cultural,  em sua maioria desconhecido pelas gerações mais jovens,  seria  uma forma de preserva esse patrimônio  como acontece em algumas M…