Pular para o conteúdo principal

ITAPEVA, SP, TEM MAIOR JAZIDA DE FILITO COM 3 MILHÕES DE METROS QUADRADOS

Jazida de filítio tem mais de 3 milhões de metros quadrados (Foto: Jason Mathias / TV TEM)


Minério semelhante à argila é usado na fabricação de ração a asfalto. Por ano são recolhidas 500 toneladas de matéria-prima do local.



Itapeva (SP) é referência de mineração no país porque no município está localizada a maior jazida de filito do Brasil em um espaço de mais de 3 milhões de metros quadrados. Por ano são extraídas mais de 500 mil toneladas do minério que é é utilizado para diversos fins, desde ração animal até nas estradas. “Ele é da família das argilas, só que como é uma rocha, é um pouco mais endurecida”, explica o dono da empresa que faz a extração, Takeyuti Filho.

Ele ainda conta que a matéria-prima vai para a construção civil, alimentação animal, ainda para a borracha, asfalto e até sal mineral. "Nós diversificamos muito o uso do filítio, aproveitamos cerca de 90% da jazida.”

A cidade se destaca também por possuir a única Escola Técnica Estadual (Etec) que conta com curso de mineração. As aulas são em laboratório, onde alunos aprendem um pouco mais sobre as características das rochas, do solo e também as noções de topografia. “Aprende diversas coisas, desde a pesquisa do minério à extração e beneficiamento. Mas o que chama mais atenção, para mim, é a parte da geologia, que é a parte estrutural da terra”, afirma o estudante Moisés Merare César.


O diretor da Etec Itapeva, Alexandre Paiva Gaspar, destaca a importância das aulas para jovens da região. “Os três pilares do curso são a parte de pesquisa mineral, de lavres e beneficiamento de minério. Nossa região tem um potencial muito grande na área, somos conhecidos como capital dos minérios. A ideia é fortalecer o curso com parcerias com empresas para melhorar a capacitação dos funcionários”, afirma.

Para o sub-secretário de Minas e Energia do Estado de São Paulo, José Fernando Bueno, o avanço no setor está relacionado com a infraestrutura geral do país. “A mineração está agregada ao desenvolvimento. À medida que organizarmos o setor e ele avançar na racionalidade e produtividade, fatalmente haverá infraestrutura, duplicação de rodovias, ou seja, uma coisa está agregada à outra”, ressalta.

Do G1 Itapetininga e Região


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

(VIDEO) ENGº DE MINAS DA CIDADE DE PICUÍ FOI DESTAQUE NO DOMINGO ESPETACULAR

Em Pindobaçu (BA), conhecida como a capital mundial da esmeralda, garimpeiros encontraram recentemente uma preciosidade que pode valer dezenas de milhões de reais. Trata-se de uma rocha de 1,30 m e 365 kg, cravejadas de esmeraldas, um verdadeiro tesouro geológico debaixo do solo brasileiro. O Domingo Espetacular entrou na mina de origem da pedra e mostra qual deve ser o destino dela. Acompanhe! Na o ocasião o   Engenheiro de Minas, da cidade de Picuí, Paraíba,  Marcelo Araújo Santos,  formado pela Universidade Federal de Campina Grande – UFCG. Falou sobre a mina.
Veja a reportagem: 




Setor mineral em foco com domingo espetacular.

MINERAL RARO PODE TER SIDO ENCONTRADO EM FREI MARTINHO PARAÍBA

A MINA ESCOLA EM SANTA LUZIA PODE SER USADA PARA ATIVIDADES PRÁTICAS DE MINERAÇÃO.

A Mina Escola  fica  localizada as margens da BR-230 que corta o Sertão do Estado da Paraíba, quem passa pela cidade de Santa Luzia com destino à  Patos ou de Patos destino à Campina Grande,  consegue ver suas instalações.
Segundo o técnico em Mineração Antônio de Pádua Sobrinho, a Mina Escola   apesar de está desativada continua sendo um  verdadeiro laboratório podendo  ser utilizada para a realização de  aulas práticas para  estudantes de Engenharia de Minas, de Geologia, e de técnicos em mineração ou até mesmo como ferramenta para projetos que buscam o desenvolvimento da Mineração no Estado. “Percorrendo as instalações da Mina é possível observar que muitas aulas podem ser ministradas no local, como de Geologia, Lavra, desmonte de rochas e beneficiamento de Minérios, ou quem sabe utiliza-la  para o turismo,tendo em vista o seu valor histórico e cultural,  em sua maioria desconhecido pelas gerações mais jovens,  seria  uma forma de preserva esse patrimônio  como acontece em algumas M…