Pular para o conteúdo principal

ESPECIALISTA AVALIA PARTICIPAÇÃO DA MULHER NA MINERAÇÃO


A Gerente de Conta e Especialista em Gestão Estratégica de Pessoas da Devex, Luciana Rocha, escreve artigo sobre a tendência da participação crescente da mulher no segmento da mineração.
A mulher foi inserida no mercado de trabalho logo depois de um período de guerras, com o objetivo de gerar força produtiva para manterem seus lares. De lá pra cá, tem crescido cada vez mais a sua atuação e a evolutiva entrega de valor ao trabalho realizado mesmo diante do desafio de jornada tripla: Trabalho, Formação e Lar.


As estatísticas apontam que, em 2013, houve um crescimento de 28% da atuação feminina no setor de mineração. Vale a pena destacar que o crescimento observado corresponde a vagas preenchidas em todas as categorias profissionais, ou seja, em cargos de gerência e nas ocupações operacionais.

Na atualidade, entretanto, elas apresentam novas aspirações: estabilidade de emprego, melhores salários e desenvolvimento de uma carreira sólida. Nesse cenário são relevantes a tecnologia e a automação nos processos produtivos, fatores que possibilitaram a inserção ainda maior das mulheres na área de mineração. Antes desses adventos, a força física era fundamental para a execução de alguns trabalhos.

As mineradoras sinalizam o interesse de desenvolver e reter a mão-de-obra feminina devido ao fato dessa possuir características peculiares de disciplina e habilidades manuais que elevam o desempenho em processos, como solda e operação de usina de beneficiamento.
Nesse dia, comemoramos o Dia Internacional da Mulher, bem como a evolução da mulher no mercado de trabalho e a sua principal causa: energia de vida que a possibilita cuidar da carreira e do lar simultaneamente, com uma grande entrega de valor ao seu trabalho!

Luciana C. Fernandes Rocha

Gerente de Conta e Gestão Estratégica de Pessoas da Devex

*Artigo escrito com foco no Dia Internacional da Mulher (8 de Março)



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

(VIDEO) ENGº DE MINAS DA CIDADE DE PICUÍ FOI DESTAQUE NO DOMINGO ESPETACULAR

Em Pindobaçu (BA), conhecida como a capital mundial da esmeralda, garimpeiros encontraram recentemente uma preciosidade que pode valer dezenas de milhões de reais. Trata-se de uma rocha de 1,30 m e 365 kg, cravejadas de esmeraldas, um verdadeiro tesouro geológico debaixo do solo brasileiro. O Domingo Espetacular entrou na mina de origem da pedra e mostra qual deve ser o destino dela. Acompanhe! Na o ocasião o   Engenheiro de Minas, da cidade de Picuí, Paraíba,  Marcelo Araújo Santos,  formado pela Universidade Federal de Campina Grande – UFCG. Falou sobre a mina.
Veja a reportagem: 




Setor mineral em foco com domingo espetacular.

MINERAL RARO PODE TER SIDO ENCONTRADO EM FREI MARTINHO PARAÍBA

A MINA ESCOLA EM SANTA LUZIA PODE SER USADA PARA ATIVIDADES PRÁTICAS DE MINERAÇÃO.

A Mina Escola  fica  localizada as margens da BR-230 que corta o Sertão do Estado da Paraíba, quem passa pela cidade de Santa Luzia com destino à  Patos ou de Patos destino à Campina Grande,  consegue ver suas instalações.
Segundo o técnico em Mineração Antônio de Pádua Sobrinho, a Mina Escola   apesar de está desativada continua sendo um  verdadeiro laboratório podendo  ser utilizada para a realização de  aulas práticas para  estudantes de Engenharia de Minas, de Geologia, e de técnicos em mineração ou até mesmo como ferramenta para projetos que buscam o desenvolvimento da Mineração no Estado. “Percorrendo as instalações da Mina é possível observar que muitas aulas podem ser ministradas no local, como de Geologia, Lavra, desmonte de rochas e beneficiamento de Minérios, ou quem sabe utiliza-la  para o turismo,tendo em vista o seu valor histórico e cultural,  em sua maioria desconhecido pelas gerações mais jovens,  seria  uma forma de preserva esse patrimônio  como acontece em algumas M…