Pular para o conteúdo principal

PICUÍ-PB: TÉC EM MINERAÇÃO FALA DA ATIVIDADE MINERAL DA REGIÃO DO SERIDÓ PARAIBANO NA RÁDIO CENECISTA

O pesquisador e técnico em mineração Antônio de Pádua Sobrinho, esteve participando nesta segunda-feira dia 10 de novembro do ano em decurso, do jornal cenecista, transmitido pela rádio  Cenescita Am de Picuí 1020khz  de segunda á sexta ás 11horas,  com a apresentação dos radialistas Jair Gomes e Jota Tavares.

Em sua participação Sobrinho, destacou a importância da atividade mineral para a região do Seridó Paraibano focando  o município de Picuí,  fazendo   um breve histórico da atividade mineral da região, situação atual,   avanços e desafios do setor dando ênfase as questões de saúde e segurança dos trabalhadores e os impactos ambientais causados pela atividade.


“Os desafios para o desenvolvimento sustentável estão relacionados à falta de pesquisa mineral, mapeamento geológico básico, atividade mineira sem planejamento, degradação ambiental, falta de capacitação técnica e de organização em cooperativas, presença do atravessador na compra do minério, ou seja, a falta de logística.” Disse.


Durante a entrevista vários ouvintes interagiram com  o técnico  um dos temas mais abordados  foi  o cooperativismo, segundo sobrinho  uma etapa importante foi “queimada” no processo de formação  dessas entidades, que foi a preparação do trabalhador para esse tipo de organização.O maior desafio para a regularização desta atividade  sem dúvida é a falta de organização dos garimpeiros, entretanto falta  apoio e suporte técnico permanente  para a estruturação de formas avançadas para o cooperativismo.” Destacou

“ É preciso que as autoridades  competentes tomem providencias para a  resolução destes problemas é  necessário a  contratação de profissionais para atuarem na pequena mineração desde a fase de pesquisa passando pela legalização junto ao DNPM, planejamento tecnológico, exploratório, mercadológico e ambiental,  agregando ainda a segurança e saúde do trabalhador,  que devem adotar  de logística capaz de integrar toda cadeia produtiva.  Outra alternativa é  a articulação permanente com órgão e instituições  e   parcerias  com outras  cooperativas de base mineral e outras empresas  para juntos  planejarem  uma atuação conjunta  trazendo o ganhos significativos para a região” Concluiu 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

(VIDEO) ENGº DE MINAS DA CIDADE DE PICUÍ FOI DESTAQUE NO DOMINGO ESPETACULAR

Em Pindobaçu (BA), conhecida como a capital mundial da esmeralda, garimpeiros encontraram recentemente uma preciosidade que pode valer dezenas de milhões de reais. Trata-se de uma rocha de 1,30 m e 365 kg, cravejadas de esmeraldas, um verdadeiro tesouro geológico debaixo do solo brasileiro. O Domingo Espetacular entrou na mina de origem da pedra e mostra qual deve ser o destino dela. Acompanhe! Na o ocasião o   Engenheiro de Minas, da cidade de Picuí, Paraíba,  Marcelo Araújo Santos,  formado pela Universidade Federal de Campina Grande – UFCG. Falou sobre a mina.
Veja a reportagem: 




Setor mineral em foco com domingo espetacular.

MINERAL RARO PODE TER SIDO ENCONTRADO EM FREI MARTINHO PARAÍBA

A MINA ESCOLA EM SANTA LUZIA PODE SER USADA PARA ATIVIDADES PRÁTICAS DE MINERAÇÃO.

A Mina Escola  fica  localizada as margens da BR-230 que corta o Sertão do Estado da Paraíba, quem passa pela cidade de Santa Luzia com destino à  Patos ou de Patos destino à Campina Grande,  consegue ver suas instalações.
Segundo o técnico em Mineração Antônio de Pádua Sobrinho, a Mina Escola   apesar de está desativada continua sendo um  verdadeiro laboratório podendo  ser utilizada para a realização de  aulas práticas para  estudantes de Engenharia de Minas, de Geologia, e de técnicos em mineração ou até mesmo como ferramenta para projetos que buscam o desenvolvimento da Mineração no Estado. “Percorrendo as instalações da Mina é possível observar que muitas aulas podem ser ministradas no local, como de Geologia, Lavra, desmonte de rochas e beneficiamento de Minérios, ou quem sabe utiliza-la  para o turismo,tendo em vista o seu valor histórico e cultural,  em sua maioria desconhecido pelas gerações mais jovens,  seria  uma forma de preserva esse patrimônio  como acontece em algumas M…