Pular para o conteúdo principal

PICUÍ –PB: MINERAÇÃO FOI DESTAQUE NO JORNAL DA SISAL –FM

Nesta sexta-feira dia 10 de outubro de 2014, o pesquisador e técnico em mineração Antonio de Pádua Sobrinho, esteve participando do Jornal da  Sisal transmitido pela rádio Sisal –FM de Picuí de segunda a sexta de 11hrs as  12hrs  com a apresentação de Ailton Segundo e Wilton Pinheiro, na ocasião o técnico destacou os trabalhos que vem desenvolvendo em prol do fortalecimento da atividade mineral do município juntamente com os técnicos em mineração Paulo Sales, Anselmo Araújo e com o geólogo e professor do IFPB Francisco Souza.

Durante a entrevista Sobrinho falou dos trabalhos que eles aprovaram para serem apresentados no Congresso Brasileiro de Gestão Ambiental que ocorrerá em João Pessoa Paraíba entre os dias 29 a 31 de outubro que divulga  a atividade mineral do município de Picuí  e o trabalho  de nível internacional que também foi aceito para ser apresentado em Portugal, onde os pesquisadores focaram o patrimônio geológico do município  destacando  o  lugar denominado “saco do inferninho” distante  aproximadamente 20 km da sede da cidade,  onde  possivelmente existe um vulcão “adormecido”,  atualmente o local passou a ser visitado por estudantes, pesquisadores, e pela população local, que buscam uma resposta para tal fato.


“O evento em Portugal constituir-se como um polo de discussão entre geoparques europeus e globais localizados em regiões vulcânicas e irá promover uma discussão sobre estratégias de desenvolvimento socioeconômico local e sustentável  das regiões focando o geoturismo. Será uma grande oportunidade de divulgar o saco do inferninho e quem sabe desvendar este mistério que  escuta-se falar a muitos  sobre a existência ou não desse vulcão,  que com certeza deve  tornar-se uma das atrações turísticas mais apreciadas do Seridó paraibano.” Disse

“ Estes trabalhos desenvolvidos esta divulgação tem sido muito importante, quando entrei no curso de mineração em 2009, existia poucos trabalhos e informações sobre a mineração de Picuí e região que pudessem ser utilizadas como subsídios para pesquisa, hoje temos escutado  relatos  de estudantes,  professores e  pesquisadores  que utilizaram nossas fontes em suas pesquisas, inclusive de universidade estaduais e federais da Paraíba e Rio Grande do Norte. Que fazem contatos trazem seus alunos para Picuí onde trocamos, compartilhamos  experiências, fazemos parceria   e desenvolvemos trabalhos juntos em prol do fortalecimento deste segmento que estava esquecido.” Concluiu.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

(VIDEO) ENGº DE MINAS DA CIDADE DE PICUÍ FOI DESTAQUE NO DOMINGO ESPETACULAR

Em Pindobaçu (BA), conhecida como a capital mundial da esmeralda, garimpeiros encontraram recentemente uma preciosidade que pode valer dezenas de milhões de reais. Trata-se de uma rocha de 1,30 m e 365 kg, cravejadas de esmeraldas, um verdadeiro tesouro geológico debaixo do solo brasileiro. O Domingo Espetacular entrou na mina de origem da pedra e mostra qual deve ser o destino dela. Acompanhe! Na o ocasião o   Engenheiro de Minas, da cidade de Picuí, Paraíba,  Marcelo Araújo Santos,  formado pela Universidade Federal de Campina Grande – UFCG. Falou sobre a mina.
Veja a reportagem: 




Setor mineral em foco com domingo espetacular.

MINERAL RARO PODE TER SIDO ENCONTRADO EM FREI MARTINHO PARAÍBA

A MINA ESCOLA EM SANTA LUZIA PODE SER USADA PARA ATIVIDADES PRÁTICAS DE MINERAÇÃO.

A Mina Escola  fica  localizada as margens da BR-230 que corta o Sertão do Estado da Paraíba, quem passa pela cidade de Santa Luzia com destino à  Patos ou de Patos destino à Campina Grande,  consegue ver suas instalações.
Segundo o técnico em Mineração Antônio de Pádua Sobrinho, a Mina Escola   apesar de está desativada continua sendo um  verdadeiro laboratório podendo  ser utilizada para a realização de  aulas práticas para  estudantes de Engenharia de Minas, de Geologia, e de técnicos em mineração ou até mesmo como ferramenta para projetos que buscam o desenvolvimento da Mineração no Estado. “Percorrendo as instalações da Mina é possível observar que muitas aulas podem ser ministradas no local, como de Geologia, Lavra, desmonte de rochas e beneficiamento de Minérios, ou quem sabe utiliza-la  para o turismo,tendo em vista o seu valor histórico e cultural,  em sua maioria desconhecido pelas gerações mais jovens,  seria  uma forma de preserva esse patrimônio  como acontece em algumas M…