Pular para o conteúdo principal

CAMPINA GRANDE SERÁ SEDE DA PRIMEIRA FÁBRICA DE AVIÕES DA PARAÍBA


      A cidade de Campina Grande que se destaca em diversos segmentos industriais, a exemplo da produção de calçados, softwares e construção civil deverá se tornar nos próximos anos também um Polo da Indústria Aeronáutica. A afirmação é do presidente da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba – FIEP, Francisco Benevides Gadelha, que participou na manhã desta quarta-feira, 07/01, no Centro de Tecnologia Aeronáutica, do SENAI, no Distrito Industrial da cidade, da solenidade de assinatura do termo de cessão de um terreno para a instalação da primeira fábrica de aviões da Paraíba, que será montada no Distrito de São José da Mata.




                                O termo foi assinado pelo prefeito de Campina Grande Romero Rodrigues, pelo empresário, Juan Pinheiro, proprietário da Stratus Indústria Aeronáutica, e pelo presidente da FIEP. “Campina Grande sempre foi pródiga em desenvolvimento, tecnologia e ousadia, e não tenho dúvida de que em breve será também um polo Aeronáutico. O SENAI já está fabricando o primeiro avião, e agora teremos uma sequencia com a instalação da fábrica Stratus” disse o presidente.

                            Francisco Gadelha, ainda falou sobre outros investimentos que o SENAI está fazendo para concretizar o Polo Aeronáutico. “Estamos montando a mais moderna oficina de aeronaves do Nordeste, que vai funcionar no Centro de Tecnologia aeronáutica do SENAI, num galpão de 4 mil metros quadrados. No local serão feitas manutenção de aeronaves e oferecidos serviços técnicos tecnológicos para as oficinas do Norte/Nordeste. Além disso, compramos um avião modelo Cirrus, para que os alunos do Curso de Mecânico de Aeronaves conheçam o avião em toda a sua totalidade, e estamos montando um laboratório de aviação”, afirmou. – 



                                     A primeira aeronave da Stratus está sendo montada no Centro do SENAI, onde mais de 90 alunos estão matriculados no Curso de Mecânico de Aeronaves. E até o final deste ano a fábrica deverá estar funcionando em sede própria, numa área de aproximadamente um hectare, no Distrito de São José da Mata, onde serão montados dois modelos de aeronaves. “Já iniciamos a montagem do modelo de quatro lugares, em fevereiro vamos iniciar a produção de um modelo de dois lugares, mais esportivo. A nossa pretensão é que no decurso da produção fabriquemos por ano entre 25 e 30 aeronaves. São modelos que vão custar entre R$ 250, a de dois lugares e R$ 550 mil, a de quatro”, disse o empresário e Diretor Estratégico da FIEP, Juan Pinheiro –

                   A Stratus é uma empresa Campinense, e mantem parceria com empresas de São Paulo, como a Volatus Aeronaves que é fornecedora de matéria prima para a Embraer. Com a instalação da empresa, novos investimentos deverão ser atraídos para a cidade. “Já temos a sinalização de empresas de manutenção de aeronaves querendo se instalar em Campina Grande, de manutenção de helicópteros também, então esse é um processo que vai culminar com a construção de um parque aeronáutico aqui na cidade. E no próximo mês de abril vamos nos reunir com uma empresa americana fabricante de motores aeronáuticos, com o objetivo de montar também um Centro de Tecnologia do Motor Aeronáutico, aqui na cidade”, disse Juan Pinheiro.


   O SENAI vai promover a capacitação de toda a mão de obra utilizada na fábrica Stratus, que vai    servir como campo de estágio para os alunos do Curso de Mecânico de Aeronaves da instituição.
  O Prefeito Romero Rodrigues lembrou que além da doação do terreno, a prefeitura vai dar outras contribuições para que a Stratus Indústria Aeronáutica seja instalada. “Além da área para a construção do Galpão, a Prefeitura dar incentivos fiscais a fábrica, e também investiremos na infraestrutura do espaço fazendo a pavimentação asfáltica de uma pista de pouso que terá 800 metros de comprimento, um investimento superior a 1 milhão de reais, além da iluminação do local”, explicou.


Diego Araújo - Campina Grande/PB
FONTE: http://www.fiepb.com.br/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

(VIDEO) ENGº DE MINAS DA CIDADE DE PICUÍ FOI DESTAQUE NO DOMINGO ESPETACULAR

Em Pindobaçu (BA), conhecida como a capital mundial da esmeralda, garimpeiros encontraram recentemente uma preciosidade que pode valer dezenas de milhões de reais. Trata-se de uma rocha de 1,30 m e 365 kg, cravejadas de esmeraldas, um verdadeiro tesouro geológico debaixo do solo brasileiro. O Domingo Espetacular entrou na mina de origem da pedra e mostra qual deve ser o destino dela. Acompanhe! Na o ocasião o   Engenheiro de Minas, da cidade de Picuí, Paraíba,  Marcelo Araújo Santos,  formado pela Universidade Federal de Campina Grande – UFCG. Falou sobre a mina.
Veja a reportagem: 




Setor mineral em foco com domingo espetacular.

MINERAL RARO PODE TER SIDO ENCONTRADO EM FREI MARTINHO PARAÍBA

A MINA ESCOLA EM SANTA LUZIA PODE SER USADA PARA ATIVIDADES PRÁTICAS DE MINERAÇÃO.

A Mina Escola  fica  localizada as margens da BR-230 que corta o Sertão do Estado da Paraíba, quem passa pela cidade de Santa Luzia com destino à  Patos ou de Patos destino à Campina Grande,  consegue ver suas instalações.
Segundo o técnico em Mineração Antônio de Pádua Sobrinho, a Mina Escola   apesar de está desativada continua sendo um  verdadeiro laboratório podendo  ser utilizada para a realização de  aulas práticas para  estudantes de Engenharia de Minas, de Geologia, e de técnicos em mineração ou até mesmo como ferramenta para projetos que buscam o desenvolvimento da Mineração no Estado. “Percorrendo as instalações da Mina é possível observar que muitas aulas podem ser ministradas no local, como de Geologia, Lavra, desmonte de rochas e beneficiamento de Minérios, ou quem sabe utiliza-la  para o turismo,tendo em vista o seu valor histórico e cultural,  em sua maioria desconhecido pelas gerações mais jovens,  seria  uma forma de preserva esse patrimônio  como acontece em algumas M…